- ap18214470698156 - Governo Trump quer enfraquecer normas ambientais para veículos
Regras atuais criadas na era Obama preveem carros mais eficientes no consumo de combustível e menos poluentes. Carros rodam em Nova York nos Estados Unidos. Governo quer enfraquecer normas contra poluição de veículos
Frank Franklin II/AP

O governo de Donald Trump propôs nesta quinta-feira (2) enfraquecer as normas ambientais impostas para veículos nos Estados Unidos durante a administração de Barack Obama. As regras atuais exigem carros mais eficientes no consumo de combustível e menos poluentes.
As agências americanas de Proteção Ambiental (EPA) e de Segurança Rodoviária (NHTSA) mostraram um novo plano com regras menos rígidas para os próximos anos.
Além disso, a administração Trump quer impedir que cada estado tenha autoridade para definir seus próprios padrões. A alteração ainda passará por consulta pública.
Trump anuncia plano para afrouxar regulamentação ambiental feita por Obama

As regras definidas na época da presidência de Obama previam aumentos graduais da autonomia dos veículos até 2026 para alcançar uma média de 23 km/l consumidos de combustível.
Com a nova proposta, a média geral seria congelada a partir de 2020 até 2026. O argumento era salvar cerca de 40 mil vidas ao ano com a redução da poluição, segundo o próprio site da EPA.
No entanto, de acordo com o novo governo, as metas deixariam os carros US$ 2,3 mil mais caros em média, o que desestimularia a compra de novos modelos, fazendo com que carros antigos e mais poluentes rodassem por mais anos.

A agência de segurança viária (NHTSA) afirmou que a mudança reduzirá as mortes nas estradas em cerca de 1 mil por ano, simplesmente por “reduzir as barreiras que impedem consumidores de ter carros mais novos, seguros, limpos e eficientes”.

LEIA TAMBEM  Fim de semana será quente e seco em SP; chuva deve chegar na segunda

A Califórnia e outros estados já se anteciparam à nova proposta e entraram com um pedido na Justiça contra o afrouxamento das exigências.

Desmonte da regulação pelo clima

No ano passado, Trump cumpriu a promessa de campanha e retirou os Estados Unidos do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas.
O acordo, assinado em dezembro de 2015, prevê que os países devem trabalhar para que o aquecimento fique muito abaixo de 2ºC, buscando limitá-lo a 1,5ºC em relação aos níveis pré-industriais.