- falsa viuva negra - Aranha ‘devora’ e mumifica lagarto
Animal foi encontrado mumificado pela seda de uma falsa-viúva-negra em um jardim de Dublin, na Irlanda. Falsas-viúvas-negras chegaram pela primeira vez à Irlanda na década de 1980
MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL/BBC

Pela primeira vez, uma falsa-viúva-negra foi registrada “devorando” um lagarto na Irlanda – mais precisamente, um exemplar do único lagarto nativo da ilha.
O Zootoca vivipara, conhecido como lagarto comum, é uma espécie de réptil protegida no país.

Um cidadão irlandês encontrou uma falsa-viúva-negra (Steatoda nobilis), ao lado do pequeno lagarto morto no jardim de casa, em Dublin, na Irlanda.
O animal estava parcialmente envolto na seda lançada pela aranha, que aparentemente estava se alimentando dele.

Segundo o zoólogo Michel Dugon, do Instituto Ryan da Universidade Nacional da Irlanda, em Galway, o lagarto ficou “completamente mumificado”.
“O que vimos é que o lagarto estava completamente ‘embrulhado’, do mesmo jeito que uma aranha envolveria sua presa”, explica.

Lagarto nativo foi encontrado parcialmente envolto na seda da falsa-viúva-negra
BIOLOGY AND ENVIRONMENT JOURNAL/BBC

“O lagarto tinha 8,5 centímetros e pesava 0,4 gramas. Não havia nada nele, exceto pele e osso. A aranha devorou apenas a carne.”
“Ela se alimentou do lagarto pelo pescoço. Aranhas mordem suas presas em volta do pescoço para que o veneno atinja o sistema nervoso central”, completa.

Digestão extracorpórea
A digestão da aranha é extracorpórea, ou seja, acontece fora do corpo.
“É bem repulsivo, mas muito interessante”, diz Dugon.
“Primeiro a aranha injeta veneno por meio de suas presas, depois usa as presas para perfurar a pele da vítima. Na sequência, lança enzimas digestivas na vítima e, uma vez que todos os órgãos da presa são transformados em uma espécie de caldo, ela chupa de volta.”
“É assim que o lagarto ficou completamente mumificado.”

LEIA TAMBEM  O que é a canícula e como ela explica a onda de calor extremo em várias partes do mundo

De acordo com Dugon, a falsa-viúva-negra chegou à ilha da Irlanda há 20 anos e passou quase despercebida.
Embora o evento incomum tenha ocorrido em maio de 2017, os pesquisadores do Instituto Ryan e da Sociedade de Herpetologia da Irlanda acabaram de publicar um artigo sobre o tema.
Lagartos normalmente se alimentam de aranhas, então, encontrar uma aranha comendo um lagarto é inusitado por si só.
“É a primeira vez que registramos um aracnídeo se alimentando de um animal vertebrado na Irlanda”, afirmou Dugon.

“É um excelente exemplo de como uma espécie invasora pode ficar fora do nosso radar por 20 anos, e quando começamos a notá-la, provavelmente é tarde demais.”
De acordo com o Museu de História Natural, em Londres, as falsas-viúvas-negras chegaram ao sudoeste da Inglaterra na década de 1870. São as aranhas mais venenosas da Grã-Bretanha, embora não tenham sido registradas mortes em decorrência da sua picada no Reino Unido.

De cor marrom, com patas vermelho alaranjadas, a falsa-viúva-negra possui marcas creme no abdômen. Em geral, se alimenta de insetos, animais invertebrados e até de outras aranhas. Prefere lugares quentes e escuros.

‘Não tão mortal quanto a abelha’
A Sociedade de Herpetologia da Irlanda pediu que as pessoas avisem caso se deparem com carcaças de lagarto.

Mas Rob Gandola, coautor do artigo, lembra que a falsa-viúva-negra não é a principal ameaça para os lagartos irlandeses.

“A urbanização rápida, com casas sendo construídas em áreas anteriormente rurais, representa a maior ameaça à sobrevivência do lagarto comum”.

Nós também não precisamos nos preocupar muito com as falsas-viúvas-negras. Segundo Dugon, embora uma mordida possa ser desconfortável, não é fatal.
“Se você for mordido por uma falsa-viúva-negra, poderá sentir diversos sintomas, de inchaço, à inflamação dos vasos sanguíneos e náuseas, tudo que não é divertido e, até onde sabemos, não é fatal”, diz o especialista.

LEIA TAMBEM  Homem é hospitalizado e urso abatido após ataque no Ártico

“Todos os anos, no Reino Unido, cerca de cinco a sete pessoas morrem de picadas de abelha. No entanto, a maioria das pessoas não vê as abelhas como criaturas mortíferas.”
“No geral, uma abelha é muito mais mortal do que uma falsa-viúva-negra”, acrescenta.